Em tempos preocupantes devido a pandemia de coronavírus, o surgimento de qualquer outro vírus que possa se tornar um risco pandêmico é preocupante e assustador. Um estudo realizado pelo Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz) identificou uma nova variante do vírus Influenza, denominada como H1N2.

O vírus da Influenza é um agente que afeta animais e humanos e pode causar uma série de riscos para economia. Os suínos são um dos principais hospedeiros do patógeno. A nova variante descoberta causa infecção em suínos e já foi identificada em um paciente que teve contato com suínos infectados.

Neste contexto, é importante que instalações de suinocultura fiquem atentas e redobrem os cuidados com a biosseguridade. Para evitar que o novo vírus se torne um problema, é importante que sejam tomadas medidas preventivas e protetivas na produção animal, assim zelando pela integridade dos suínos e saúde dos trabalhadores que diariamente tem contato com eles. A última gripe pandêmica, conhecida como Gripe Suína foi em 2009.

Investir em biosseguridade é fundamental para evitar que o vírus se dissemine. Soluções como o desinfetante TH4+ da Theseo, com formulação única, são essenciais na higienização e desinfecção de ambientes, combinando cinco ativos, quatro amônias quaternárias e glutaraldeído, além de terpineol e óleo de pinho, impedindo o desenvolvimento de resistência de vírus, bactérias, fungos e esporos, garantindo maior eficácia na eliminação de possíveis contaminantes.

Conheça mais sobre o desinfetante sinérgico da Theseo: https://theseo.com.br/pt-br/produto/desinfetantes/th4.htm

Entre em contato