No Brasil, a produção de frangos de corte se dá basicamente sob cama de reuso. Por isso, a efetividade do tratamento é indispensável. A Theseo, multinacional francesa líder em biosseguridade na produção animal mundial, possui inovadoras soluções para manter a limpeza e desinfecção de galpões de aves.

O tratamento das camas em aviários é fundamental para a produtividade dos lotes, pois ao término do período produtivo, devido a presença de fezes, ração, temperatura e umidade elevadas, a cama tem condição especial para o desenvolvimento de bactérias que podem comprometer os resultados dos negócios, como Clostridium spp., Salmonella spp., Escherichia Coli etc., e fungos, como Aspergillus spp. Eles se multiplicam facilmente no substrato, fazendo das camas o seu habitat ideal, assim como outros microrganismos e insetos, principalmente o cascudinho, vetor de vários patógenos às aves.

O alto custo para o produtor inviabiliza a troca de cama a cada lote, fazendo com que a reutilizem por até oito lotes consecutivos. Aprenda com a Theseo estratégias para você tratar as camas em aviários e proteger seu lote destes males, proporcionando conforto e bem-estar das aves.

Método fermentativo: passo a passo para aumentar a eficiência do seu tratamento

A implantação de um tratamento de cama eficiente é fundamental para reduzir a carga microbiológica e de insetos do aviário, possibilitando sua reutilização. Os métodos mais utilizados para tratamento de cama são os fermentativos com ou sem enleiramento central e o uso de cal virgem (CaO) que contribuem para o controle de Alphitobius diaperinus e de microrganismos.

  • Método fermentativo: consiste na produção de calor devido ao metabolismo microbiológico da cama, sendo realizado no intervalo entre lotes, variando de 5 a 17 dias. Tal método, quando bem realizado, atinge, na maioria das vezes 60ºC. Entretanto, há dificuldade em alcançar temperaturas uniformes no envelope. Tais métodos exigem adição prévia de água sobre a cama.

Dois a três dias após o início do enlonamento, recomenda-se aplicar inseticidas líquidos como Mefisto Shock®, da Theseo, nas bordas da lona, pois neste momento o Cascudinho procura sair de dentro do envelope, fugindo do calor e gases tóxicos. A inovadora solução possui efeito inseticida e desinfetante e protege os aviários das principais pragas e insetos da avicultura. O emprego da cal virgem ainda consiste na alcalinização da cama resultando em pH acima de 11, o que permite a redução da concentração de bactérias.

Dai Prá et al., (2008) encontraram redução de UFC para Salmonella spp. e Clostridium spp. em 97% na dosagem de 300 gramas e em 100% na dosagem de 600 e 900 gramas de CaO por metro quadrado de cama. Além disso, o uso da cal virgem promove redução da atividade de água.

Foto 1: aplicação de cal virgem. Fonte: Mercado Livre

Foto 2: método fermentativo com enlonamento total. Fonte: Theseo.

Foto 3: método fermentativo com enleiramento central. Fonte: Embrapa.

Foto 4: aplicação de inseticida líquido nas bordas do envelope. Fonte: Theseo

Você está em busca de mais soluções para biosseguridade do seu aviário?

Então clique aqui e conheça mais produtos da Theseo!

Entre em contato